eu tenho o céu de abril pra desentristecer

Outro dia me dei conta que entre amor número 2 e amor número 3 se passaram dois anos – o mesmo tempo que se passou entre amor número 3 e agora. Mas este tempo entre esses dois amores parece que foi tão mais… foi um coração partido tão feio, que depois dele veio uma ânsia aguda de fechar a ferida a todo custo: e com ela veio um sem-número de amores líquidos, tombos e cabeçadas, que fizeram esses dois anos parecerem quase uma década errante, à deriva.

Já o amor 3 deixou no peito a sensação bem-resolvida de amor bem-vivido, e os dois anos que se passaram vieram como um sopro – de espera sem demora, paciente e serena, sabendo aguardar pelo que vale a pena. Foram dois anos tranquilos e sem sofreguidão, ajeitando os cômodos e móveis, buscando sentido e propósito, sem desespero ou aflição. Foi o amor que colocou tudo de volta no lugar e trouxe o que precisava, na hora certa, com mansidão e propriedade, imensidão e poesia.

***

Só hoje, após quatro anos, o amor número 2 fez sentido – e pode, de alguma forma, ser libertado. Amor número 3 seguirá para sempre sendo aquele sobre os quais os filmes são feitos, os livros são escritos, as músicas são cantadas – um tesouro preservado num canto da memória, nuns rabiscos guardados e num lugar precioso que ainda me move e me aconchega. Abril deste ano me trouxe nova surpresa e o desdobrar tem deixado o coração quentinho. Que venha maio. 

Anúncios

4 Responses to “eu tenho o céu de abril pra desentristecer”


  1. 1 Helen maio 1, 2018 às 3:49 pm

    em partes parece que você me descreveu. o amor numero dois serviu para vingar-me do numero 1, e o numero 3 apareceu quando eu só queria os amores líquidos, porque me achava incapaz de um amor sólido, já que eu ia embora sempre. porém o 3 tem formato líquido, e tem durado, e tem doído, mas eu prefiro essa dor do que toda a tranquilidade anterior, que era o que me enfastiava. não sei o que quero que venha, mas tenho me descoberto nos últimos meses, enquanto fico nesse vai-não-vai. sem querer tirei um tempo sabático de autoconhecimento, e descobri que estava perdida de mim mesma.

    adoro seus textos, e que seu maio seja maravilhoso!

  2. 2 psicosmonauta maio 6, 2018 às 5:15 pm

    cara, meus parabéns por escrever desde 2008. incrível. sério.

    • 3 nath maio 6, 2018 às 5:17 pm

      eu escrevo desde 2003! era o mesmo blog mas antes ficava em outro servidor, weblogger, que saiu do ar hehe ;)

      (e obrigada pela visita e pelo carinho :)

      • 4 Deborah lopes maio 19, 2018 às 10:47 pm

        Eu leio desde 2008 mais ou menos.
        Desde que meu signo bateu com o seu.
        Sagitários que escrevem e podem manifestar seu lado coração aqui .


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 168.812 hits
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: