na minha playlist só toca chet baker

Dia desses fui coar o café e o cheiro me lembrou da nossa hora favorita do dia. Eu moendo os grãos quando havia grãos e espalhando um monte de pó na bancada, porque sou desastrada e precisão não é meu forte. E aquele cheiro tomando a cozinha, sem o som do seu sorriso ao fundo. Você não está mais aqui. A mesa de jantar precisando de calço, outros cinco lugares vazios, ninguém sentado à minha frente para refletir o sol da manhã nos seus olhos e ser emoldurado pelas duas pombinhas de origami que eu fiz na parede. Você não está mais aqui. O chão de tacos coberto por dois tapetes gráficos para aquecer uma casa que se tornou muito grande e muito fria para uma pessoa só e um coração cheio de saudade. Você não está mais aqui. 

Abro todas as janelas para deixar o ar fresco de uma manhã ensolarada de inverno tomar a casa. Fico acompanhando o movimento da luz do sol ao redor do apartamento ao longo do dia, banhando cada hora um cômodo diferente. Você não está mais aqui. Esqueci de tirar o frango para descongelar na noite anterior, e vou ter que almoçar omelete, como quase sempre acontece. Você não está mais aqui. 

(…) Quando voltei de viagem, havia flores murchas nos vasos espalhados por vários cantos; e uma louça excessivamente seca na pia. Você não está mais aqui. Fui comprar pão na padaria e na tevê do boteco da esquina o Datena falava sobre um atentado na França e meu coração parou e eu só conseguia pensar em você e voltei correndo pra casa para ver o que havia acontecido e voei os degraus que pareciam infinitos dos dois andares até o quinto apartamento do predinho-antigo-que-não-tem-elevador e me deixou ainda mais sem fôlego até eu ver que foi em Nice e não em Paris e te mandei uma mensagem que você viu mas não respondeu mas eu soube que estava tudo bem porque você nunca foi bom em responder mensagens, e finalmente pude respirar novamente. De alguma forma, você ainda está aqui.

Anúncios

5 Responses to “na minha playlist só toca chet baker”


  1. 1 Karine Godoy julho 25, 2016 às 4:59 pm

    Sempre me pergunto se os personagens da suas histórias leem seu blog.

  2. 3 Letícia Luz julho 28, 2016 às 11:32 am

    gosto tanto das suas descrições que tenho vontade de conhecer seu cantinho só para sentir com você.

  3. 5 Generson Eduardo julho 31, 2016 às 9:33 am

    Teve uma frase q achei cliche… Como os cliches tem esse poder de repetir as mesmas emoçoes em formatos tao diferentes? Hehheh
    Tbm imagino cenarios reais descritos de formas bem mais encantadoras.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 161,693 hits

%d blogueiros gostam disto: