Arquivo para fevereiro \12\UTC 2016

a vida não pára

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma. Uma cirurgia de um familiar pouco próximo. Até quando o corpo pede um pouco mais de alma. Um diagnóstico assustador de um familiar muito próximo. E talvez de outro. Choro angustiado, respira pela barriga, um-dois, um-dois. Decidem fechar nosso escritório; e num susto não há mais emprego, num fôlego toda a vida que eu conhecia como tão minha tem de ser completamente reformulada. Enquanto o tempo acelera e pede pressa. Meu contrato de aluguel vai vencer, minha companheira de apartamento vai partir, preciso comprar um sofá. Eu finjo ter paciência. Meu irmão bateu o carro e ele está bem mas foi perda total e ele poderia ter morrido ou matado alguém. A vida é tão rara, tão rara.

Em pouco mais de 40 dias eu chorei tudo o que não havia chorado em um ano inteiro.

***

– Desculpa o sumiço, tive uma semana muito difícil.

– Espero que esteja tudo bem.

– Não ta, mas vai ficar.

Mas vai ficar.

 

 

cheiro de chuva

É curioso quando sua vida muda muito e muito rápido em diferentes esferas; e você olha para trás para lembrar um evento que aconteceu há pouco mais de um mês e hoje parece tão, mas tão distante. E como tudo estava tão bem, tão em seu devido lugar, com uma serenidade que você quase podia tocar. E você se lembra de como se sentia tão leve e feliz. E pensa que mal sabia que, dentro de alguns dias, tudo estaria diferente. Como se, na verdade, aquela leveza toda fosse apenas o cheiro úmido que fica no ar, antecipando uma tempestade. 

Agora a terra está molhada e ainda cheira a chuva. Mas é apenas anunciando fertilidade. Novos começos florescendo.

 


Blog Stats

  • 163,055 hits