“buscando o amor na prática”

No começo do ano, eu estava prestes a pegar um ônibus para o Rio para rever um amor pausado há mais de sete anos. Assim como eu peguei um trem Londres-Paris em outubro e cruzei o canal da mancha para passar um fim de semana com a então razão do meu afeto. Assim como, há dois anos, eu fui para o Rio passar um feriado e dar chance para um romance. Assim como, numa das vezes na Europa a trabalho, eu realmente cogitei pegar um voo até a fria Alemanha só para reencontrar uma paixão adormecida. Assim como, ao me apaixonar de novo na (e pela) cidade maravilhosa, eu tentei convencer um economista virginiano de que, apesar de seu ceticismo e pragmatismo, dá sim para um amor vencer a ponte-aérea. Assim como em tantas outras vezes eu fiz o que fosse preciso para estar perto de quem eu queria, quando achava que valia a pena.

***

Tirei o “tarô e o amor” há umas duas semanas e as cartas me mostraram que “estou buscando o amor na prática”, mas que as coisas não seriam fáceis, haveria sacrifícios envolvidos. Então relembrei essas histórias todas e me dei conta de que, todos os dias, eu sempre estou disposta a fazer o que for para um grande amor ter um final (ou um meio, o que já é bastante coisa) feliz. Sacrifício para mim seria olhar para trás e ficar imaginando como teria sido se eu tivesse de fato pego aquele ônibus. Porque se uma das partes um dia se arrepender de não ter feito algo, eu realmente espero que não seja eu.

Anúncios

5 Responses to ““buscando o amor na prática””


  1. 1 Juliana Clorado julho 30, 2015 às 1:52 pm

    eu tbm prefiro me arrepender de ter feito do que de não ter sequer tentado
    =)

  2. 2 Carolina Soares agosto 3, 2015 às 1:07 pm

    Isso pra mim se chama coragem. :)

  3. 3 Ludmylla setembro 20, 2015 às 10:03 pm

    Oi, Nathalia, cai de paraquedas no seu blog e esse texto caiu como uma luva pra mim. Sou dessas que depois que descubro que gosto, prefiro pagar a conta pela atitude do que guardar os trocos para o medo. Obrigada por compartilhar isso por aí :) me fez sentir menos só.


  1. 1 no horário de verão tem sol até mais tarde | drops de anis Trackback em outubro 21, 2015 às 5:23 pm
  2. 2 esperando o melhor, mas sempre preparada para o pior | drops de anis Trackback em outubro 6, 2016 às 4:25 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 163,082 hits

%d blogueiros gostam disto: