amores estrangeiros

Quando o Ben me perguntou se eu me casaria com um americano e viveria nos Estados Unidos, quando o Chris me perguntou se eu voltaria a morar em Londres, quando o Enrico me perguntou se eu gostaria de me mudar para o Uruguai, quando o Mathieu me perguntou se eu consideraria voltar a morar em Paris… Para todos, eu sempre respondi “sim”, sem hesitar. Não porque, de fato, eu levasse a sério qualquer uma dessas hipóteses e faria as malas no primeiro suspiro. Mas porque eu sempre acreditei que, se existe um bom motivo para mudar radicalmente de vida, esse motivo é o amor. 

Anúncios

2 Responses to “amores estrangeiros”


  1. 1 Isadora - novembro 8, 2014 às 2:32 pm

    eu nunca tive um amor de outras terras, mas o meu, brasileirinho mesmo, em breve vai acabar me perguntando algo assim. e claro: não existe outro motivo pra dizer com a boca cheia – é claro! <3

  2. 2 marianapurodrama fevereiro 23, 2016 às 9:02 am

    Volto sempre pra reler este texto. Acho lindo demais <3


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 164,292 hits

%d blogueiros gostam disto: