a jornada é o destino

andarilhaCompartilhei esta frase de Antonio Machado no meu facebook há poucos meses. E foi exatamente ela que me voltou, como um conselho soprado ao pé do ouvido, agora na minha viagem de férias. Tirei dez dias para peregrinar sozinha pelo Uruguay, numa viagem de autodescoberta e silêncio – precisava apertar o botão de pausar numa vida que andava muito cheia de atropelos para o meu gosto. 

Então esta pequena pérola me voltou para fazer todo o sentido do mundo assim, lá numa pontinha no sul da nossa costa leste: não adianta ansiar desesperar descabelar – não há caminho a ser seguido, quem traça a rota somos nós mesmos, a cada pegada deixada para trás. Pode parecer óbvio ululante, mas para mim foi um sopro de epifania. E estou adorando descobrir como desenhar uma nova cartografia na minha (um tanto gasta) linha do tempo. Afinal, já disse outro pensador que toda jornada começa com um único passo. Mesmo que às vezes nos custe muito acertar o ritmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 163,970 hits

%d blogueiros gostam disto: