olhos de jabuticaba

Quinta-feira, minha vontade ao acordar era republicar uma frase sobre um coração ferido de amar errado, sobre castelos de areia e não querer mais se encantar com ninguém. Muitas voltas a vida dá. E neste mesmo dia, ao voltar do almoço, trombei com um amor recolhido. Sim, numa esquina qualquer, próxima ao escritório. Foi uma pessoa com quem eu não fui muito legal no passado, mas que eu adoraria ter de volta na minha vida no presente. Se minha amiga não tivesse desviado para olhar a blusa na loja, se tivesse demorado meio minuto a mais pro sistema do cartão processar o pagamento, se ele não tivesse decidido comer pastel depois de andar de skate… este encontro não teria acontecido. E esse pequeno acaso do destino, que me pegou na volta da feira e com uma sacola cheia de frutas pendurada no ombro, me fez sorrir o resto da tarde divagando sobre pequenas mágicas mundanas, que nos dão sutis sinais aleatórios de que talvez exista algo maior regendo o universo, numa tarde ensolarada de outono.

Passei a noite fazendo geleia de jabuticaba, porque ele gosta de sobremesas bem doces. Espero que ele venha para o jantar.

 

Anúncios

1 Response to “olhos de jabuticaba”


  1. 1 Carolina Soares março 31, 2014 às 6:47 pm

    “…pequenas mágicas mundanas, que nos dão sutis sinais aleatórios de que talvez exista algo maior regendo o universo, numa tarde ensolarada de outono.”

    :))


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 162,694 hits

%d blogueiros gostam disto: