pequenos grandes defeitos

Dia desses li um texto que falava sobre como a gente tende a se apegar aos nossos próprios defeitos como se eles fossem uma parte engraçadinha e peculiar da nossa personalidade, quando muitas vezes eles podem agir como um freio que nos impede de viver de forma maior e melhor. E nem preciso ir muito longe para ilustrar: meus pais, apesar de sempre terem apoiado a mim e a meu irmão em tudo; nos criaram para sermos pessoas independentes e bem-resolvidas. E eu, talvez por ser primogênita (ou só por ser metida mesmo), acabei superestimando este comportamento e hoje sou uma pessoa orgulhosa. Ou seja: dificilmente peço ajuda às pessoas (ou aceito quando me é oferecida mesmo sem pedir), porque considero isso um sinal de fraqueza. Sempre acho que posso resolver tudo sozinha, que vou, faço e aconteço. Mas acontece que ninguém vive sozinho no mundo né, e deixar o outro nos ajudar pode fazer um bem danado, para ambos os envolvidos – quem quer ajudar sente que sua presença é valorizada, e quem aceita ajuda se sente amparado. Então fica a reflexão: qual defeito seu pode ser trabalhado para que sua vida flua de forma mais harmônica e, por quê não, feliz? Já adianto que olhar para isso, refletir sobre o que precisa ser feito para mudar e de fato trabalhar em cima é um exercício diário. Mas as recompensas valem a pena.



(sempre que falo de defeitos me lembro dessa frase de Clarice – e, apesar de amar a escritora, acho essa citação uma muleta perigosa para quem não quer melhorar o que pode ser melhorado)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 163,970 hits

%d blogueiros gostam disto: