cebolas nos olhos

Acho curioso como algumas memórias às vezes nos voltam sem a menor razão de ser, mesmo tendo ficado esquecidas por anos (às vezes décadas). Dia desses me lembrei da formatura do pré-primário. Ao ver alguns papais-corujas chorando de emoção ao perceber seus pequenos já tão crescidos; eu e meus amiguinhos, ainda atrás das cortinas, combinamos de chorar também, quando pegássemos o diploma. O que com certeza faria todos os pais rirem, porque né, crianças de seis anos não choram de emoção ao se formarem na pré-escola. Mas enfim.

Não me lembro de ter conseguido, apesar de ter tentado e ter alguns motivos para tal – como não ter meu pai lá naquela hora por algum motivo escuso, e de ter pego o diploma com meu padrinho, que era uma das pessoas que eu mais amava no mundo. Eu fiz força para chorar, e não consegui. Jamais imaginei que, quando adulta, tudo se reverteria – e como é difícil fazer força para NÃO chorar em muitas situações. Como é difícil.

Anúncios

0 Responses to “cebolas nos olhos”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 163,127 hits

%d blogueiros gostam disto: