tempo, tempo, tempo mano velho

Outro dia estava conversando com uma amiga sobre amores passados e lições aprendidas. E estava falando com ela que, apesar de todo o sofrimento que um término sempre traz, eu não consigo enxergar mais meus amores pretéritos no momento presente ou no tempo futuro. Falamos de como a gente muda, abraça outras causas, compra outras roupas, veste outras ideias. É um assunto que sempre me fascina muito, o tanto que a gente é essa tal metamorfose ambulante, em como a gente deixa de ser quem era sem nunca efetivamente deixar de ser, na verdade maior de como a gente “afina e desafina”, e isso me alegra de montão.

Maior clichê do mundo, mas nada como o tempo para curar feridas antigas, nos trazer aprendizado, nos transformar em quem queremos ser, fazer amadurecer. Tomar conta do timing, acertar os ponteiros. Não descuido dos tombos e dos machucados, também; pois foram todos eles que me trouxeram até aqui, para ser quem sou hoje, tão rica de bagagem e história de vida, pero sin perder la ternura jamás.

Semana passada estava falando com outra amiga sobre perspectivas futuras e seus olhos se encheram de lágrimas ao dizer que já vai fazer 30 anos e não acredita mais em amor. E eu, mesmo com o coração tão maltratado e cheio de band-aids, ainda acredito sim. Quis pegar no colo e disse que ela é que estava se cercando de pessoas erradas. Porque eu, cheia de casais “bem-sucedidos” ao redor, apesar do coração machucado, ainda acredito que doar amor ao mundo é o melhor remédio para tudo, e cura até mau olhado e unha encravada. Pelo menos isso o tempo ainda não foi capaz de mudar – que bom que certas coisas permanecem. Que bom.

Anúncios

5 Responses to “tempo, tempo, tempo mano velho”


  1. 1 nana março 8, 2012 às 9:27 am

    o tempo é o melhor amigo que alguém pode ter. ele faz tudo ter sentido, um dia.

    beijo amiga

  2. 2 Ca março 8, 2012 às 10:44 am

    Por mais dificil que seja ,acreditar nas pessoas …mesmo bastante desiludida,nao só com homens ,mas com o ser humano em geral…ainda quero ter uma ponta de esperança….mas q ta dificil ta….!!!

  3. 3 Linda março 8, 2012 às 3:10 pm

    Esse post publicado no dia da mulher vem à calhar…

    Pq afinal, o q somos senão amor?
    Amor pelo trabalho, pela vida, pela luta, pela família, por aquela bolsa (rs!), aquele livro …aquele rapaz…Não dá para parar de acreditar, não dá para parar de amar. ;-)

    Beijos:***

  4. 5 Fernanda Morais março 8, 2012 às 9:48 pm

    Obrigada Nath, por dizer tudo o que eu gostaria de dizer e não expresso tão bem quanto voce.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 162,617 hits

%d blogueiros gostam disto: