daqui pra frente tudo vai ser diferente

Outro dia estava conversando com uma amiga que é uma baita inspiração para mim. (Ela é três anos mais velha e, desde que nos conhecemos, eu olhei para ela e pensei “é assim que quero ser daqui a três anos”, tipo um farol. E às vezes tenho a sensação de que ela não tem noção de quão incrível ela é.) Aí, nessa tal conversa, ela me contou que estava saindo com um cara, e falamos de inseguranças femininas, flacidez, celulite, ai-tou-gorda, essas coisas. Então eu parei tudo e disse pra ela, “gata, se esse cara não ficar contigo porque você tem celulite, me desculpa, mas ele é um babaca que não te merece”. Porque imperfeições físicas, que todas nós temos graças-a-deus, eram a última coisa que eu conseguia enxergar nela.

Aí fiquei pensando em como a gente tem um olhar tão generoso para os outros, e tão crítico para nós mesmos. Eu olho para as pessoas queridas ao meu redor e só consigo enxergar coisas boas. Vejo muitos defeitos também (ainda bem!), mas eles me parecem tão pequenos perto da imensidão de coisas incríveis que essas pessoas carregam consigo. Coisas tão bonitas que me fazem trazê-las pra perto, querer ter comigo o tempo todo, para inspirar, acolher, tomar emprestado. Mas a gente se olha no espelho e só enxerga defeitos, e comecei a reparar em quão triste é isso tudo.

carrie

Por isso, uma das minhas resoluções para 2012 é olhar para mim com muito amor, com o mesmo carinho com que olho as outras pessoas. Ser inspiração para mim mesma. Querer melhorar sim, claro, porque evoluir faz parte da natureza. Mas parar de ser tão cricri e enxergar esse montão de coisas boas que a gente tem, que faz da gente tão única. Como já disseram tão bem as Oficinas.

Semana passada minha mãe me deu um cofrinho em forma de coração, promoção de um supermercado, para a gente escrever uma coisa boa que aconteceu no dia e colocar lá religiosamente, todos-os-dias, como se fossem pequenas moedas. Tipo uma poupança de boas lembranças, para ler no final do ano e só ver o que ficou de saldo positivo; nem que seja apenas o aprendizado que uma situação ruim nos trouxe, para servir de lição. Se cercar de coisas boas e felizes, no caminho do bem – tem tesouro maior que esse?

Anúncios

13 Responses to “daqui pra frente tudo vai ser diferente”


  1. 1 Flá janeiro 12, 2012 às 12:11 pm

    Eu tenho um documento no pc (ok,vai,é um diário!) onde eu falo sobre meus dias e pensamentos e tudo, e percebi que o que eu MAIS faço é falar mal de mim,muito mal mesmo! Acho que preciso pegar emprestada a sua resolução de ano novo,viu… vou começar a fazer isso!

    Ah,e em tempo: Um ano maravilhoso e iluminado pra você! Vi seu email-coisa-mais-linda, mas não respondi-até agora-então vai por aqui: que você consiga se ver tão doce e especial quanto eu vejo,mesmo só te lendo, mesmo não te conhecendo, mesmo estando longe! Um 2012 maravilhoso! =)

    bjo

  2. 2 Natalia Esteves janeiro 12, 2012 às 12:42 pm

    fofa a idéia do cofrinho, adorei! =*

  3. 3 nana janeiro 12, 2012 às 12:51 pm

    Nath, eu sou muito assim. só vejo meus defeitos, físicos principalmente, não consigo receber elogios e vivo de insegurança. Isso é ruim e assunto de muitas e muitas conversas e palestras do Fe..
    mas 2012 eu JURO que vou vencer isso!!!

    beijos, amo seu blog!

  4. 4 Ana Paula janeiro 13, 2012 às 12:16 am

    foi bom terminar o dia lendo o post :)
    bjo, querida.

  5. 5 Debora janeiro 13, 2012 às 8:23 am

    Amo tudo q escreve!!!

  6. 6 Lígia janeiro 16, 2012 às 1:37 pm

    A idéia do cofrinho é mesmo muito legal.

    Eu já muito insegura, de achar que todo mundo era mais bonito, charmoso, inteligente e interessante do que eu. Hoje em dia, consigo ver muitas coisas boas em mim!

    Mas também tenho muitas pessoas que me inspiram a cada dia! =)

    Ótimo texto!

    Bjinhos

    • 7 nath março 21, 2012 às 2:24 pm

      acho que todo mundo enfrenta essas inseguranças, principalmente quando a gente é mais novo.
      mas o importante é superar e usar isso para crescer né?
      e se amar cada dia mais, :)

      um beijo!

  7. 8 Scheyla janeiro 21, 2012 às 8:41 pm

    Eu sou bem crítica comigo mesma, sempre que recebo um elogio, dá vontade de falar “são seus olhos…” rs
    Amei essa idéia do cofrinho ;)
    Ah, sabe uma idéia que peguei de vc? Aquela do teu níver, de separar um tempinho pra cada pessoa especial. Mas eu usei ela para o Natal, pois reuniões em família pra mim sempre são meio traumáticas, com todos juntos, sempre sai umas encrenquinhas, coisas que machucam, então resolvi passar um tempo com cada pessoa em particular, aproveitando o melhor de cada um e sem dar brecha pra intriguinhas bobas que surgem qdo todos estão juntos. Meio contraditório né, já que Natal é uma época bem família, mas foi assim que consegui resolver esse impasse que tinha há anos e pra mim era mais uma obrigação do que um prazer.. E saí renovada e feliz :)
    bjus

    • 9 nath março 21, 2012 às 2:28 pm

      que bom saber que, mesmo distante, ajudei em alguma coisa!
      que venham muito mais “comemorações individuais”, mesmo que sejam apenas celebrações cotidianas da vida né?

      beijo enorme, querida!

  8. 10 Jaque janeiro 25, 2012 às 12:04 pm

    Amei a ideia do cofrinho! Acho que vou começar o meu ainda hoje. =)

  9. 11 rboroli janeiro 31, 2012 às 8:06 pm

    que muito legal a ideia do cofrinho. amei, amei! também quero um!


  1. 1 se eu fosse eu « drops de anis Trackback em fevereiro 6, 2012 às 8:12 pm
  2. 2 exercício das pequenas coisas « drops de anis Trackback em março 30, 2012 às 1:31 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 164,292 hits

%d blogueiros gostam disto: