ensaio sobre a cegueira

comecei a ter sinais de miopia quando entrei na faculdade, e tinha dificuldade para ver a lousa nas aulas noturnas (oi turma do fundão). logo eu, que sempre me orgulhei da visão perfeita na adolescência para enxergar a beleza das coisas cotidianas da vida (rá!).

de início meu grau era pequeno e um óculos resolvia, além de me dar um charminho intelectual extra, para posar de sabida. mas né, nobody is getting any younger e a situação foi piorando nos últimos sete anos. até que, na minha última visita à oftalmo, cerca de um mês atrás, cheguei à conclusão de que não dava mais para usar óculos eventualmente, porque meu grau estava razoável já e eu ficava com dor de cabeça de passar o dia forçando a vista para enxergar o mundo ao redor (além dos pés-de-galinha precoces que acabam vindo no pacote).

então ontem eu fui fazer o teste de lentes de contato, pela primeira vez. e, passado o desconforto inicial, comecei a ver tudo o que me cercava, mesmo o que estava longe. um mundo todo se abriu diante dos meus olhos, e a única pergunta que não saía da minha cabeça era “por que eu não fiz isso antes?”.

***

às vezes passamos muito tempo brigando contra coisas que achamos não serem certas para nós sem ao menos termos tentado. e, quando voltamos a enxergar, nosso único arrependimento é não tê-lo feito há mais tempo.

incrível como isso se aplica em tantas situações da minha vida.²

Anúncios

7 Responses to “ensaio sobre a cegueira”


  1. 1 Ana Paula janeiro 21, 2011 às 4:21 pm

    Com certeza, Nath! Com certeza!
    Gostei do registro.
    (Agora um mais) Lindo final de semana pra ti!
    :****

  2. 4 Ju janeiro 23, 2011 às 8:43 pm

    rá amiga, coincidência eu tbm fiz minhas lentes não tem 1 mês… e tô amando! aposentei os óculos… mas concordo q eles me davam certo charme…
    =)

  3. 5 Júlia janeiro 24, 2011 às 10:34 am

    Oi Nath! Poxa, invejinha de você /~:
    Eu tentei colocar lente, mas deu alergia! E dai eu fico com esse óculos aqui (eu-detesto-óculos. não fico com charme de “inteligente” e sim de bete-a-feia ¬¬)

    Quanto a ultima frase, não preciso nem comentar que me identifiquei né?! Beijócas =*

    • 6 nath janeiro 24, 2011 às 4:16 pm

      ain, meu charminho também é relativo sabe?
      meus óculos são do tipo grandão e tartaruga (parecidos com esses aqui, mas de grau), mas são tãaao o meu xodó!
      comprei na feira do bixiga há uns dois anos e paguei quase nada, mas amo de paixão!
      fizeram o maior sucesso lá em paris, mas aqui ainda me chamam de bete-a-feia, haha
      mas beleza é relativa mesmo, o importante é ser feliz! :)
      beijocas querida ;*


  1. 1 dois mil e ouse « drops de anis Trackback em dezembro 30, 2011 às 12:31 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 163,148 hits

%d blogueiros gostam disto: