inbetween days

“A fascinação de Caio pelo estrangeiro nasceu com ele (…) O menino achava o espetáculo [de atravessar a fronteira] fascinante, tudo mudava de repente, a paisagem, a língua, os hábitos, e assim ele foi se acostumando com a empolgante sensação de estar em outro país. (…) De uma coisa ele tinha certeza: adorava viajar. E era hora de cair fora.

 

‘Eu não sei quando volto. Nem se volto. (…) Talvez eu já não esteja completamente aqui. Nem lá, seja aonde for. Antes de viajar, fico pairando. Talvez a alma parta antes e não saiba direito aonde ir sem o corpo. Na morte deve ser parecido.’

(“Para sempre teu, Caio F.”, texto de Paula Dip, em itálico carta de Caio Fernando)

Anúncios

1 Response to “inbetween days”


  1. 1 .Camicami. abril 21, 2010 às 9:11 pm

    .Quero ir também.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 163,934 hits

%d blogueiros gostam disto: