livre para voar

Por já ter morado (e viajado) na Europa, bem sei o que é ser imigrante em país distinto. E também bem conheço a fama dos brasileiros de aproveitadores, malandros, quererem levar vantagem em tudo. Já tive que aguentar cara feia e torcida de sobrancelha em vários casos – que não se derreteram apesar de eu estar vestindo meu melhor sorriso e falando a língua local -, somente pelo fato de meu passaporte ser verdinho.

Sou neta de espanhóis, sendo três dos meus avós nascidos lá (o outro, materno, era filho de portugueses), e vindos para cá no pós-guerra. Meu pai tem a cidadania espanhola, e me partia o coração saber que, devido às leis do país, eu só poderia ter requerido a minha antes dos 18, quando nem sabia quão importante era viajar pelo mundo com passe livre. E agora, só morando lá por um tempo.

Mas, no começo do ano, mudaram algumas leis. E uma pontinha do sonho teve um respiro de esperança de se tornar realidade. Fui atrás de mil documentos, fiz pedidos e declarações, ainda descrente de que poderia dar mesmo certo. Mas minha estrelinha continuou a brilhar forte, e hoje, menos de cinco meses após o processo iniciado, fui buscar meu novo passaporte de cidadã européia, tinindo de novo e lindo.

Não renuncio ao meu país, de maneira alguma. Sou brasileira de nascença e de coração. Mas tenho sangue espanhol também, que corre pelas veias, que me deu cabelos e olhos castanhos, proporções curvilíneas, drama-exagerado-almodovariano de fatos e voz aguda para discussões em família. E esse sangue, tão meu e familiar, hoje me deu mais um sonho realizado, e passe livre para voar, voar. Feito as borboletas que vivem saracoteando no estômago, ou feito o poema que melhor amigo recitou para mim num momento de angústia: “vai tua vida, pássaro contente, vai tua vida que estaria contigo”. Tou indo, nêgo, tou indo.

 

Anúncios

3 Responses to “livre para voar”


  1. 1 Larissa julho 8, 2009 às 11:21 pm

    ah, nath! que delícia!
    tb tenho tanto que providenciar isso…
    sou neta de poleneses e a polônia já faz parte da UE.
    depois me conta como vc teve que fazer direitinho?
    beijos, flor! te mando email em breve, breve :*

  2. 2 Larissa julho 8, 2009 às 11:22 pm

    (talvez seja bem diferente para polônia e espanha, né? whatever…)

  3. 3 Larissa C. julho 10, 2009 às 3:49 pm

    Nathália! adorei seu blog! Gostei muito do jeito que escreve e toda a desenvoltura com as palavras! Já tinha ouvido falar de vc quando escrevi pra Capricho, nos indos da minha adolescência, mas só vim a descobrir agora que vc nao escreve mais pra eles e que seu blog mudou!!!
    Enfim, parabens!! E obrigada por me contagiar com seu jeito ‘todo coração’!
    um beijo grande, Larissa.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 163,912 hits

%d blogueiros gostam disto: