desabafo

Depois de amanhã, eu e Júlio embarcamos para o Chile, para uma viagem de sonho pelo país vizinho, algo que queríamos há tempos.

Daqui a menos de um mês, meus pais decolam para uma semana na Argentina e no Uruguai, para comemorar, com um ano de atraso, as bodas de prata. Uma viagem cercada de expectativas por ser a primeira internacional dos dois, com passaporte tinindo de novo, passagens dadas por mim e pelo meu irmão e hotéis pagos com antecedência e sacrifício por eles, muitas borboletas na bagagem e na barriga.

Só que hoje minha mãe me acordou às seis da manhã para dizer que está pensando em cancelar tudo, por causa de uma gripe que virou pandemia. E eu perdi o sono pensando em quando o mundo virou um lugar tão perigoso para se viver.

Minha viagem de férias tão aguardada, para comemorar o aniversário do meu namorado, agora tem a sombra de um monitoramento do governo. A viagem para celebrar 26 anos que meus pais casaram, e 34 que estão juntos, está ameaçada por um vírus e um terrorismo dos veículos de comunicação. Minha mãe, preocupada por natureza, entrou na onda e não quer se arriscar.

Mas quem não quer se arriscar sou eu: não quero arriscar uma vida mais ou menos. Não quero ter que me assustar toda vez que ouço um barulho em casa só porque ela foi invadida há dois anos comigo dentro. Não quero ter que me preocupar se tranquei todas as fechaduras e liguei o alarme toda vez que saio de casa, mesmo se for para ir até à padaria. Não quero ter que prender minha respiração toda vez que alguém tosse ou espirra perto de mim só por causa da iminência de uma pandemia, não quero ter que ficar andando com gel antisséptico na bolsa para evitar germes, não quero ter que me segurar tensa na cadeira do avião questionando a probabilidade de ele cair em meia hora porque não revisaram os equipamentos corretamente antes de embarcar. Não quero me privar de comer o que gosto porque engorda, entope artérias, eleva o colesterol. Não quero máscaras cirúrgicas, vacinas, camisinhas, e um sem-fim de prevenções para nos protegermos de nós mesmos.

Porque até a tal da esperança, que diziam ser a última que parte, está morrendo antes. De medo. E eu não quero ser assim. Porque sou jovem, e dizem que quando somos jovens é que temos menos medo de tudo e de todos, mais coragem pra vida. E eu não quero, daqui a uns anos, envelhecer pensando que caduquei antes, justo na minha época de loucurices permitidas. Meu medo é legítimo e válido, mas nem por isso mais aceitável. Quero entrar naquele avião daqui a 48 horas sabendo que tudo vai ficar bem, sem violência, fome, febre, doença, gordura trans. E acreditando que, daqui a 28 anos, quem sabe, eu e Júlio poderemos estar em outro avião, comemorando 34 anos juntos. Ou bodas de prata, num outro inverno. Sem gripe.

Anúncios

3 Responses to “desabafo”


  1. 1 Lissa junho 24, 2009 às 4:32 pm

    é isso, nath. é isso! era exatamente isso que eu quis dizer ontem – quando minha amiga e minha irmã me mandaram links de jornais falando sobre a gripe em Bs As – e hoje – quando o povo do trabalho falou pra eu não trazer a gripe pra cá.
    mal sabem eles que as únicas coisas que espero trazer é alegria, belas histórias e fotografias.
    tenho certeza de que faremos lindas viagens, flor!
    e que a nossa esperança nunca morra; muito menos de medo.

    (nossa vida nunca vai ser mais ou menos!) :*

  2. 2 Ju junho 25, 2009 às 9:32 am

    espero que tenha ido e que su mamá também!
    a gripe tá aí sim, mas muitas outras coisas tbm estão
    deixar de viver é que não dá né?

    ah, sobre a frase no muro, eu tbm já vi e toda vez me pego sorrindo quando a vejo
    é interessante não?
    =)

  3. 3 nana junho 26, 2009 às 4:12 pm

    arrasou, gata!
    vai que vai!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 163,934 hits

%d blogueiros gostam disto: