independência ou vida

Houve um tempo em que eu me julgava superindependente-senhora-de-mim. Isso foi há uns anos, e eu nem o era de verdade. E houve outra época, quando morei fora, que eu realmente dependia apenas de mim mesma para tudo na vida, e foi nessa hora em que eu mais quis colo para me prender, alguém de quem depender. E percebi que, mesmo quando nos julgamos assim tão ‘independentes’, sempre precisamos nos apoiar em outra pessoa, em uma situação. Se eu pago as minhas contas, é porque alguém me dá um salário em troca do meu trabalho. Se eu só uso transporte público, dependo da boa situação em que ele se encontra para funcionar. E, mesmo a pé, dependo de calçadas em condições razoáveis e faróis abertos. Não há independência completa nesse mundo e, no fundo, é bom saber ter alguém para apoiar, pedir consolo e ombro, chorar. E digo sem medo de ser feliz que, se essa pessoa não houver, dependo de mim e de minhas asas, de minha vontade de ver o mundo mudar. E com isso – ainda bem! – sei que posso contar. De-olhos-fechados.

Anúncios

6 Responses to “independência ou vida”


  1. 1 Yasmin setembro 2, 2008 às 7:25 am

    Vi seu texto na revista capricho, e realmente gostei do que você escreveu.
    Concordo com tuas palavras, concordo 100%.
    Você é uma escritora nata. :)
    Com certeza voltarei aqui, viu? ;)
    Beijos!

  2. 2 Ju setembro 2, 2008 às 12:16 pm

    vc perdeu os arquivos??
    ai, diz q não…
    =)

  3. 3 Letícia setembro 5, 2008 às 10:52 pm

    Vi seu blog na Capricho, mas faz um bom tempo isso, daí eu sempre acompanhei o que você escrevia, mas nunca comentava, porque na época eu não tinha blog e não gostava de comentar. Fiquei um tempo sem entrar em blogs, fiz o meu e depois de um booom tempo voltei a olhar teu blog, só que não existia mais. Daí seu texto saiu na Capricho dessa quinzena e te achei de novo!
    Você escreve muito bem e amo ler seus textos.
    e você tem o mesmo sobrenome que meu pai (xD)

    =*

  4. 4 Roberta setembro 6, 2008 às 2:18 pm

    Olá!Td bem?Meu nome é Roberta,tenho 21 anos e vi seu texto na revista capricho…..
    Me identifiquei mtoooo c/ o seu texto publicado…
    Eu morei sozinha por dois anos no Rio de Janeiro e cheguei as mesmas conclusões q a sua….iuhuiahauia
    a vida ensina….
    um bom fds p/ ti
    bjux….

  5. 5 _Melissa_ dezembro 14, 2008 às 4:40 am

    Eu estou caindo de sono, portanto, have mercy with this comment, certo?
    “We live in a beautiful world,
    Yeah we do, yeah we do,
    We live in a beautiful world.
    Oh, all that I know,
    There’s nothing here to run from,
    Cos, yeah, everybody here’s got somebody to lean on.
    (Don’t Panic do Coldplay)
    Mas é com enorme alegria q eu faço coro com você quando você diz q confia em suas asas e na sua vontade de ver o mundo mudar/ melhorar.
    Boa sorte pra gente!
    Adoro você, Nath P. 333>

  6. 6 _Melissa_ dezembro 14, 2008 às 4:49 am

    I meant <333 :)
    Falei q tava cambaleante de sono! :)
    Bisous!
    PS- Finalmente estou em dia com o novo Drops de Anis. Yay!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blog Stats

  • 163,934 hits

%d blogueiros gostam disto: